Você sabia que o gás natural é mais seguro que os combustíveis líquidos?

Por ser mais leve que o ar, dispersa-se rapidamente, evitando o acúmulo de gás em caso de vazamentos. O risco de combustão é menor, pois o gás só se inflama a 620°C, acima da temperatura de combustão do álcool (400°C) e da gasolina (200°C).

Outro aspecto é que durante seu abastecimento não há contato do combustível com o ar, diminuindo a possibilidade de combustão.

A segurança do GNV, todavia, depende da estrita observância às normas, principalmente na realização da Manutenção do Sistema de Compressão preventiva e periódica e durante o abastecimento.

Apesar do abastecimento de veículos movidos a gás natural veicular, em postos de combustíveis, ser bastante seguro, requer alguns cuidados, assim como o de qualquer outro combustível.

Separamos 10 orientações de segurança para reforçar a importância de seguir corretamenteAbastecimento

  1. O veículo deve ser estacionado no local previsto;
  2. O freio de mão deve ficar acionado;
  3. Desligar o motor do veículo;
  4. Desligar todos os componentes da parte elétrica, como faróis, lanternas e equipamento de som;
  5. Proibido utilizar o telefone celular;
  6. Os ocupantes do veículo devem aguardar em local seguro, afastado do veículo
  7. O porta-malas e o capô devem ficar abertos;
  8. O frentista deve fazer o aterramento no ponto específico do veículo de acordo com o modelo adotado por cada convertedora;
  9. É proibido fumar ou usar isqueiros ou fósforos na zona de abastecimento;
  10. Antes de ligar o veículo, verificar se a mangueira de abastecimento foi devidamente desconectada.

Porque acontecem tantos acidentes com GNV?

Entre os maiores problemas que causam acidentes com GNV, está a falha humana.

Por isso, vale reforçar alguns pontos

  • Não utilizar recipientes de GLP – gás liquefeito de petróleo, o famoso botijão de gás de cozinha.
  • Não se deve usar cilindros de refrigeração para abastecimento com GNV, isso porque eles não suportam a pressão do gás e podem acabar estourando durante o abastecimento.

Cerca de 96% acidentes envolvendo GNV acontecem pelos seguintes motivos:

  1. Utilização indevida de componentes, como tubulações em cobre, furações e soldas nos cilindros, além do uso de botijões de gás de cozinha e cilindros de compressores de ar.
  2. Obstrução e erro no calibre da válvula de alívio de pressão, que fica na válvula de cabeça do cilindro.
  3. Incêndios ocasionados por sistema elétrico, por ignorância quanto ao uso do sistema de GNV.

Outros acidentes (4% dos casos) ocorrem por:

  1. Falha em componentes fora da especificação e vazamento de GNV;
  2. Falta de manutenção do veículo e falta de manutenção no sistema GNV;
  3. Excesso de pressão no abastecimento;

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário, ou envie seu contato, contrate quem entende do assunto!

A Aspro Serviços é especialista e oferece soluções completas em GNV para o seu negócio.

Central de Atendimento 24 horas 4003-3767